Talvez a maior dúvida das noivas na hora de escolher a música para a cerimônia seja esta: ‘com coral’ ou ‘sem coral’? A resposta não é fácil e depende muito de cada casal...
Sempre falo para os noivos que ‘sem coral’ ou ‘com coral’ são ambas emocionantes. É claro que, no caso de ser ‘sem coral’, devemos ter o cuidado de caprichar o máximo possível na orquestra para manter uma massa sonora que preencha o espaço e emocione a todos.

Nos casamentos com orquestra, um fato que deve ser sempre considerado é a qualidade dos músicos e a elaboração dos arranjos (a adaptação de cada uma das músicas para aquele tamanho de orquestra e para cada um dos instrumentos escolhidos). Como não haverá vozes cantando as músicas, elas precisam ter uma execução diferenciada por parte da orquestra que tire o melhor de cada instrumento e não transforme o que poderia ser alegre e refinado em algo monótono e cansativo. Seguem abaixo alguns exemplos de arranjos orquestrados:

ACCIDENTALLY IN LOVE

LOVE STORY

GAME OF THRONES

DON’T STOP BELIEVING

Coral junto da orquestra, por sua vez, amplia as possibilidades de diversificar a música na cerimônia. Para a maioria dos casais esta é a opção que mais emociona, principalmente dentro da igreja. Lembro que a presença do coral não exclui a orquestra, mas a enriquece ‒ ambos devem estar equilibrados para um melhor resultado. É uma união de recursos sonoros: a riqueza de sons da orquestra com a massa sonora do coral! Abaixo, alguns exemplos de orquestra e coral:

CAN YOU FEEL THE LOVE TONIGHT

CAN’T TAKE MY EYES OFF OF YOU

WITH A LITTLE HELP FROM MY FRIENDS

A CONQUISTA DO PARAÍSO

Ao contrário do que pode parecer, o coral na cerimônia não é algo ultrapassado, muito pelo contrário, mesmo as músicas mais “modernas” ganham um toque diferente com um bom coral, veja:

HALLELUJAH

PIRATAS DO CARIBE

YOU AND ME

Uma variante do coral e que dá um diferencial na execução (‘traduzindo’: faz os convidados ficarem de boca aberta!) é a presença de solistas. Tratam-se de ‘super-cantores’ que se destacam do resto do grupo para cantar algumas músicas ou trechos de música sozinhos. Sinta a emoção:

A THOUSAND YEARS

ALL I ASK OF YOU

NESSUN DORMA

Como já disse em outro texto e costumo falar no escritório, um bom ‘termômetro’ para ajudar nesta escolha é assistir ao vivo as duas opções e perceber o que agrada ou emociona mais.
Pessoalmente, acredito que o coral dá mais emoção na cerimônia na igreja, mas nada como comparar as duas opções para descobrir o que mais combina com vocês!